10 dicas para falar inglês fluentemente

10 dicas para falar inglês fluentemente

12 de outubro de 2019 0 Por Jaque Ribeiro


1. Seja cara de pau

Fonte: pexels.com

A primeira dica que preciso dar para você que está nesta jornada de aprendizagem do inglês é SEJA CARA DE PAU!

O que quero dizer com isso?!

Significa que você não pode ter vergonha de falar, mesmo que você esteja começando e se sinta envergonhado, inseguro e com medo de errar, você precisa FALAR, porque não há melhor forma de aprender algo do que fazendo e como diz o ditado: “é errando que se aprende”.

E é aí que entra a nossa próxima dica.


2. Errar é humano, aceite que dói menos

Fonte: pexels.com

Com certeza você vai cometer erros, principalmente se você estiver começando a aprender. Mas saiba que até pessoas experientes, que se dizem fluentes no idioma, erram.

E sim, nativos falantes do inglês erram também! Imagine nós então, pobres mortais que estamos começando a nos aventurar nesse idioma (maldito) abençoado que é totalmente diferente do nosso português.

Mas tenha em mente que você aprendeu a falar português. Pode perguntar para qualquer um que saiba os dois idiomas, e você terá a resposta: o português é 1000 vezes mais difícil.

É muito importante que você não deixe que o medo de errar te impeça até mesmo de tentar.


3. Não tente traduzir tudo

Considerando que o inglês é o uma língua muito diferente da nossa, não adianta querer traduzir cada palavrinha minuciosamente porque não vai rolar!

Você precisa entender o contexto, existem expressões, gírias, formas corretas de construir uma sentença, muitas vezes uma preposição fundamental em português nem precisa ser usada em inglês… Enfim, vou dar um exemplo simples e prático:

Que tal nós irmos ao centro no fim de semana?

How about we go downtown on weekend?

Um iniciante no idioma deve estar se perguntando, onde estão as preposições??? Cadê o “ao”, o “no” (que aliás é um contração que nem existe no inglês) e o “de”.

Portanto não tente traduzir tudo porque isso só vai te deixar frustrado.


4. Tente entender a ideia geral

Muitas vezes você não vai entender exatamente tudo, principalmente quando você estiver ouvindo ou assistindo algo, até porque pode haver palavras que você realmente não conheça no meio dos diálogos. Não fique encanado com isso e não deixe que isso te desconcentre e faça você perder o restante do conteúdo, até porque aquela palavra que você perdeu às vezes nem era crucial e você pode até adivinhar o que significa pelo contexto da situação.

Essa dica é extremamente valiosa para provas de proficiência, treine o seu ouvido para entender a mensagem que está sendo transmitida e não palavras soltas


5. Se esforce para pensar em inglês

Fonte: pexels.com

Eu sei que principalmente no começo é praticamente impossível não fazer essa tradução, tanto do inglês para o português e vice-versa.

Quando você quer falar algo em inglês, eu sei que você monta a frase todinha em português na sua cabeça e depois você vai traduzindo pedacinho por pedacinho para o inglês, mas infelizmente eu preciso te dizer: PARE DE FAZER ISSO!!! Você precisa sair da sua zona de conforto, porque é nessa tradução que você perde sua fluência.

Comece pequeno, quando falar “ball”, não pense na palavra “bola” na sua mente, mas sim na imagem dessa bola e aos poucos você vai evoluindo.


6. Comemore as pequenas vitórias

Fonte: pexels.com

Você precisa se dedicar e se esforçar bastante para aprender uma nova língua, mas não seja tão carrasco consigo mesmo, avalie seu desenvolvimento e comemore isso.

Pense consigo mesmo por exemplo: Nossa eu já consigo pedir uma refeição completa em um restaurante e há 2 meses atrás não conseguiria! Sinta orgulho disso e comemore.







7. Aproveite as oportunidades para praticar

Você ouviu falar de pessoas que foram fazer intercâmbio, ficaram até um ano morando em um outro país e voltaram sem falar nada?! Por incrível que pareça existem muitos casos desse, e como isso é possível? Essas pessoas não aproveitaram as oportunidades que a situação oferecia para praticar. Provavelmente essas pessoas moravam com brasileiros, saiam com brasileiros, ficavam com um grupinho de brasileiros na escola de inglês…

Então se pedirem para você apresentar os resultados em inglês naquela auditoria com os investidores dos EUA, opa! É lógico que você vai fazer!

Veio aquela amiga australiana da sua prima e ela quer que você vá com elas jantar, porque não?

Aproveite cada oportunidade para praticar e não espere seu inglês ficar perfeito para usá-lo, use-o o máximo possível para que assim ele fique perfeito.


8. Ande a segunda milha

Fonte: pexels.com

Se você for na aula certinho e entregar as tarefas você vai ter um progresso normal no seu aprendizado. Fazer o mínimo que é exigido de você é andar a primeira milha e tudo bem, isso não é ruim, tem tanta gente que não faz nem isso, não é mesmo?

Agora se você quer aumentar exponencialmente o seu aprendizado, ande a segunda milha, ou seja, faça a mais do que é pedido de você, exceda as expectativas

E como eu faço isso? Confira a próxima dica que vou te explicar direitinho como.


9. Aumente sua exposição ao idioma

Fonte: pexels.com

Mergulhe. Nem que seja de barriga.

Pense em como você aprendeu o seu idioma nativo. Você não foi em uma escola para aprender a falar, você aprendeu por convivência. Quando bebê você era uma esponja, absorvia tudo ao seu redor, ou seja, o contato leva à aprendizagem.

Isso pode e deve ser aplicado ao inglês. Aumente o contato com o idioma o máximo possível através de coisas simples.

Mude o idioma do seu celular e do seu notebook, comece a assistir aquele seriado que você adora com áudio e legendas em inglês, comece a ouvir músicas e prestar atenção na letra. Mas fique muito atento à próxima dica, sem ela é bem provável que você não vá muito longe.




10. Divirta-se

Fonte: pexels.com

Apesar de esta ser a última dica, na verdade, eu realmente acredito que essa seja a mais importante de todas.

A vida adulta vem com várias responsabilidades e muitas vezes nosso dia é cheio de coisas que não queremos fazer. Não deixe que o inglês seja mais uma delas, torne o aprendizado uma experiência prazerosa. Como eu faço isso? Pra começar não tente aumentar sua exposição ao idioma com coisas que não te agradam. Não assista vídeos e leia artigos em inglês sobre esportes se é uma coisa que você detesta.

Se você gosta de música, ótimo, ouça músicas em inglês e assista vídeos sobre este assunto.

Não assista um seriado em inglês que você acha chato por exemplo só porque seu professor ou amigo indicou porque tem um bom vocabulário ou é mais fácil de entender.

Ache o que dá certo para você, sempre se lembre que o aprendizado não é igual, cada pessoa terá o seu ritmo e melhor forma de conduzi-lo.